Por que a sua estratégia de Marketing Digital não funciona

Você investe centenas (as vezes milhares) de reais para produzir conteúdos de qualidade, realizar campanhas no Facebook e levantar dados valiosos sobre o seu público-alvo, mas por algum motivo, os resultados não aparecem?

Se sim, este texto é para você.

Sabendo do desafio que é encontrar uma estratégia de Marketing Digital que realmente funcione hoje em dia, vamos apresentar as quatro principais razões pelas quais suas estratégias de Marketing Digital podem não estar gerando bons resultados.

1. Você não documenta sua estratégia

Não documentar as estratégias de marketing é um erro bastante comum e, acredite se quiser, pode prejudicar bastante os resultados da sua empresa.

Para você ter ideia, segundo dados divulgados pela Content Trends 2016, as empresas que fazem a documentação das estratégias se consideram 50% mais bem sucedidas.

Isso porque, com processos e resultados bem documentos, sua equipe terá “massa crítica” para saber quais são as ações tem mais resultados, quais se provam ineficientes e, principalmente, quais são os melhores caminhos para a sua empresa na internet em termos de custo-benefício.

É comum as pessoas associarem o verbo “documentar” com algo extremamente complexo e/ou entediante. Porém, em 99% dos casos,  tudo o que você precisa é de uma planilha (bem feita) no Google Drive.

2. Você não conhece bem suas personas

Se você não sabe, as personas são representações fictícias dos potenciais clientes da sua empresa, ou seja, é uma representação daquelas pessoas que se identificam e mostram interesse pelos produtos e serviços que ela oferece.

Quando a sua empresa define uma persona, ela passa a saber em quais canais deve investir, quais conteúdos deve produzir e quais assuntos deve abordar.

Para definir uma persona, você deve responder as seguintes perguntas:

  • Quais são as características físicas e psicológicas dos potenciais clientes da minha empresa?
  • Que tipo de assuntos interessariam elas sobre o meu setor?
  • Quais atividades elas realizam no seu dia a dia?
  • Quais desafios e obstáculos que enfrentam?
  • Quem influência suas decisões?
  • Como os serviços ou produtos que a minha empresa oferece podem ajudá-las a alcançar melhores resultados?

3. Você não define metas

Se você é um empresário que não consegue definir metas e alcançá-las, fique tranquilo, muitas outras pessoas também sofrem com esse problema.

Portanto, para conseguir boas metas, é necessário fugir do comodismo e investir em novas estratégias, como, por exemplo, a SMART.

Para você conseguir colocar em prática as metas SMART, é necessário considerar os seguintes atributos: S (Specific), M (Mensurável), A (Atingível), R (Relevante) e T (Temporal).

Abaixo, explicaremos brevemente cada uma delas:

Specific: O primeiro atributo da SMART é considerar que as metas sejam específicas. Para isso, você deve definir o que, quando, onde e como as ações devem ser realizadas.

Exemplo de meta específica: As equipes de marketing e vendas devem trabalhar juntas para aumentar os ganhos da empresa, pois o objetivo é expandir e contratar novos funcionários.

Mensurável: Se quer ter sucesso, todas as metas estipuladas pela sua empresa devem ser mensuráveis, ou seja, medidas com facilidade. Para isso, é necessário saber qual o resultado esperado com a meta e quanto tempo será gasto para realizá-la.

Exemplo de meta mensurável: Minha equipe de vendas aumentará a produtividade em 120% com o objetivo de, em 6 meses, melhorar os ganhos da empresa para que possamos contratar novos funcionários.

Atingível: Não adianta você definir metas inatingíveis para as estratégias de marketing digital. Portanto, analise o histórico da empresa, converse com os profissionais envolvidos e veja se realmente é possível alcançar a meta estipulada.

Exemplo de meta atingível: O objetivo da minha equipe de vendas é aumentar a produtividade em 15% no primeiro trimestre de 2018, pois o objetivo no final do ano é pode contratar novos funcionários e expandir o negócio.

Relevante: Se a meta não ter relevância, consequentemente ela não impactará os resultados do seu negócio de forma positiva. Portanto, ao definir uma meta, veja se o objetivo principal a ser conquistado realmente está de acordo com o momento da sua empresa.

Exemplo de meta relevante: Minha equipe de vendas tem como objetivo aumentar a produtividade nos 3 últimos meses de 2017, pois o objetivo do final do ano é contratar novos funcionários e expandir a empresa.

Temporal: Você deve sempre associar uma meta a um período de tempo que ela poderá ser batida. Portanto, lembre-se de conversar com todas as pessoas envolvidas na estratégia para analisar se realmente é possível entregar os resultados esperados em um determinado tempo, como citamos no atributo Atingível.

Exemplo de meta temporal: Minha equipe de vendas deve aumentar a produtividade em 20% para que no quarto trimestre de 2017 possamos contratar novos funcionários e expandir a empresa.

5. Você só pensa “dentro da caixa”

Pensar “fora da caixa” possibilitará a sua empresa de inovar e criar novos estratégias de marketing digital que, diga-se de passagem, podem trazer excelentes resultados para o seu negócio.

Hoje em dia, com o crescimento da internet, muitas empresas estão investindo em marketing digital. Porém, quantas pensam “fora da caixa” e criam coisas novas?

Não deixe que a rotina e o medo de errar atrapalhem seus resultados. Comece hoje mesmo a pensar “fora da caixa” para inovar, criar coisas novas e estar um passo à frente da concorrência.

Se quiser contar com uma equipe experiente e especializada em estratégias inovadoras de marketing digital, conte com a gente

Nenhum comentário.

Deixe um comentário