Como desenvolver um bom projeto de aplicativo móvel

Você sabia que somente na Apple Store e no Google Play já são mais de 5 milhões de opções de apps disponíveis para download? Essa é prova de que um aplicativo móvel pode, sim, ser uma boa estratégia para a sua empresa.

Mas não basta apenas entrar em contato com um desenvolvedor e encomendar a criação de um aplicativo móvel para o seu negócio. É essencial passar antes pela etapa do planejamento – até mesmo para você economizar tempo e custos com orçamentos.

Portanto, no post de hoje vamos te ajudar a desenvolver um bom projeto de aplicativo móvel para você se sentir mais confiante na hora de solicitar o seu orçamento. Cada tópico representa uma dúvida comum que muitas pessoas têm sobre o assunto.

Vamos lá:

1. Qual é o público-alvo do aplicativo?

Antes de mais nada, você precisa saber se tem público para o seu aplicativo móvel – nem todos os seus clientes podem ter interesse, por exemplo. Nesse caso, vale a pena realizar pesquisas para descobrir.

Lembre-se de que o objetivo de um aplicativo móvel é também facilitar a vida dos seus clientes. Então reveja as características da persona do seu negócio para conseguir pensar em funcionalidades que vão atraí-la ao download.

Aliás, sobre público-alvo e persona, temos um post bem interessante para você compreender as diferenças entre esses dois termos.

2. Em quais sistemas operacionais o aplicativo funcionará?

No seu projeto também deve constar os dispositivos e sistemas que o seu aplicativo funcionará. Exemplos:

  • Sistemas operacionais, como Android e iOS.
  • Dispositivos, como tablets e smartphones (isso pode ajudar na definição de tela, ou seja, se seu app ficará melhor visualizado na vertical ou na horizontal, por exemplo).
  • Você também pode escolher que o app seja desenvolvido de forma nativa, ou seja, na linguagem de cada sistema operacional, para que funcionem em todos eles.

Lembre-se: independentemente de sua escolha, a Experiência do Usuário deve ser a melhor possível.  

3. O aplicativo funcionará on-line ou off-line?

O seu aplicativo móvel precisará de wi-fi para funcionar? Ele consumirá muitos dados móveis do usuário? Ou ele poderá ser acessado off-line?

Isso também diz respeito ao seu público. Por isso é tão importante saber em quais locais ele acessaria o seu app, de que forma e em que momento de seus dias.

4. O aplicativo móvel tem a finalidade de aumentar o faturamento?

Se sim, de quais formas você pretende cobrar de seus usuários? Existem várias maneiras, como, por exemplo:

  • baixando versões completas do aplicativo móvel;
  • por planos de assinatura;
  • por produtos a serem vendidos.

Não se esqueça de incluir no projeto as melhores formas de pagamento para facilitar a vida dos usuários.

5. Quais serão as funcionalidades do aplicativo?

Você já pode pensar em colocar no projeto as funcionalidades que o seu aplicativo terá, pois elas são essenciais para a construção da comunicação com o cliente.

Nessa fase, inclusive, muitos optam pelo desenho de um protótipo em papel para ajudar a estruturar como o app será usado.

Essa fase pode levar um tempo a mais, mas certamente valerá muito a pena, pois com as funcionalidades pensadas, a conversa com o desenvolvedor será muito mais fácil e rica de informações.

6. Os usuários terão que se registrar no aplicativo?

Também pense nas formas de registro do usuário – por exemplo, hoje é muito comum que os registros sejam feitos por conexões em redes sociais ou pelo Google.

Além disso, o registro é muito útil para você obter informações mais precisas de quem baixou o seu aplicativo – o que te gerará muitos insights de estratégias para aumentar o seu negócio.

7. Quais recursos dos dispositivos móveis dos usuários o seu aplicativo precisará solicitar acesso?

Geolocalização, câmera, multimídia, contatos, calendário…Quais recursos o seu aplicativo exigirá que o usuário forneça para o acesso?

Lembre-se que muitos apps necessitam de conexão de dados ou que, ainda, precisam de muita bateria do dispositivo, que o faz descarregar com facilidade. Pense muito nisso para garantir a melhor experiência do usuário.

8. Como será o armazenamento de dados do seu aplicativo móvel?

Também defina no projeto se você precisará de algum serviço web para o armazenamento de dados, como na nuvem ou mesmo no próprio dispositivo do usuário. Qual será o custo mensal de armazenamento e manutenção desses dados?

9. O app precisará de um painel de gerenciamento?

Ter um painel de administração para o gerenciamento dos dados e a comunicação com o usuário pode facilitar a sua vida, pois você pode ter acesso a estatísticas de uso, resolver problemas e criar estratégias para melhorar tanto o app quanto os serviços oferecidos pela sua empresa.

O que achou das dicas? Em um primeiro momento, pode parecer que desenvolver um bom projeto de aplicativo móvel seja uma tarefa muito difícil e demorada.

Mas tenha calma, coloque todas as suas ideias no papel e inspire-se em alguns apps que já estejam no mercado, os quais você consegue extrair boas referências para o seu.

No mais, se você ficou com alguma dúvida ou não sabe por onde começar a desenvolver um bom projeto para o seu aplicativo móvel, é só clicar aqui e falar com a Deen. Até a próxima!

Deixe um comentário